quarta-feira, novembro 30, 2005

A meio gás, mas com força...

Lembro-me de um dia pensar que iria considerar que trabalhava quando recebesse o meu primeiro salário. Pois bem, creio ter chegado a altura...
Depois de muito tempo desocupado, várias tentativas em áreas diferentes, tudo acabou por se decidir rapidamente. A necessidade de um tradutor num encontro transnacional acabou por me pôr a trabalhar em part-time para a ADILO como responsável da transnacionalidade. Porto, Toulouse, Vigo e Chieti são as quatro cidades que integram o projecto, e eu terei de ser a ponte com elas.
Como vantagens tem o facto de poder exercer RI, como desvantagens o francês ser a lingua oficial.... Se estou feliz? Pouco a pouco...

Assim vai o (meu) mundo...

domingo, novembro 27, 2005

Preguiça é pecado capital...


Esta é a forma que um americano normal usa para passear o cão...

Assim vai o mundo... Posted by Picasa

sexta-feira, novembro 25, 2005

Formas de passar o tempo num hipermercado...

1. Agarra em 24 caixas de preservativos e põe em vários carrinhos,aleatoriamente, quando a pessoa estiver distraída
2. Programa os despertadores para tocarem de 5 em 5 minutos
3. Vai ao apoio a clientes e pergunta se te podem reservar um pacote de M&Ms
4. Monta uma tenda na secção de campismo, diz aos outros clientes que vais passar a noite por lá. Convence as pessoas a trazerem almofadas da secção têxtil e a juntarem-se a ti
5. Quando um funcionário te perguntar se precisas de ajuda, começa a chorar e grita: "Porque é que vocês não me deixam em paz?!?!!?!?"
6. Encontra uma câmara de vigilância e usa-a como espelho enquanto tiras macacos do nariz
7. Procura uma faca de trinchar bem afiada. Leva-a contigo durante todo o percurso das compras e vai perguntando aos funcionários se ali vendem anti-depressivos
8. Desliza pela loja com um ar suspeito, enquanto cantas o tema da Missão Impossível"
9. Esconde-te atrás da roupa que está exposta em cabides e quando alguém estiver a ver os artigos grita "ESCOLHE-ME! LEVA-ME PARA CASA!"
10. Quando alguém anunciar seja o que for no altifalante,deita-te no chão, em posição fetal, e grita: NÃÃÃO! As vozes! Outra vez as vozes!"

E, por fim: Vai ao provador de roupa. Fecha a porta, aguarda um minuto e depois grita: "Onde é que está o papel higiénico????!"

Assim vai o mundo...

quinta-feira, novembro 24, 2005

Mais um ínicio...

A minha vida tem muitos ínicios... Hoje foi mais um... De que falo? Direi a seu tempo...

Assim vai o (meu) mundo...

quarta-feira, novembro 23, 2005

Ooooopppsss....


Será caso para dizer oopppsss....

Assim vai o mundo... Posted by Picasa

terça-feira, novembro 22, 2005

Futebol, esse jogo para machos...


Neste conjunto de imagens temos a demonstração como o futebol é um desporto muito sexual...

Assim vai o mundo... Posted by Picasa

Excelente maneira de saber como vai o mundo...

Esta é uma das descobertas à Chico...

http://rocketboom.com/vlog/

Apreciem...

Assim vai o mundo...

domingo, novembro 20, 2005

O pão...

É de mim ou o pão de agora não vale nada... Sobretudo as pessoas do Norte tem de concordar comigo...
Eu ainda sou do tempo, como dizia aquela senhora, em que o pão era saboroso e durava pelo menos um dia... A broa de milho, a bica, o cacete e a bela da regueifa (em que eu mergulhava a Becel) eram feitas em fornos de lenha e tinham um saborzinho bom... E se no diz seguinte já não estavam perfeitas, iam ao forno e eram uma delícia... Agora o pão vale cada vez meno e está cada vez mais caro! Não será caso do governo declarar calamidade nacional?

Assim vai o mundo...

sábado, novembro 19, 2005

Conselhos de um velho apaixonado...

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer o teu coração parar de funcionar por alguns segundos, presta atenção: pode ser a pessoa mais importante da tua vida. Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem de água neste momento, entende: existe algo mágico entre vocês. Se o 1º e o último pensamento do teu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeçe: Algo do céu te mandou um presente divino : O AMOR. Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e,em troca, receberes um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entrega te: vocês foram feitos um pro outro. Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Às vezes encontram e, por não prestarem atenção a esses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente. É o livre-arbítrio.

Carlos Drummond de Andrade

Assim vai o mundo...

sexta-feira, novembro 18, 2005

Grandes ensinamentos dados por gente pequena...

"Se gostavas de ter um cão, começa por pedir um cavalo." Luis - 13 anos
"Nunca te metas com uma miúda que já te bateu uma vez" Pedro - 9 anos
"Se a tua mãe esteve a discutir com o teu pai, não a deixes pentear-te." Sara - 12 anos
"Se quiseres dar banho a um gato, prepara-te para tomares um também." João -10 anos
"Nunca se deve confiar num cão para guardar a nossa comida." Gonçalo -11anos
"Nunca entre numa corrida com os atacadoresdesapertados." André - 12 anos
"Quantos mais erros faço mais esperta fico." Inês - 8 anos
"Há muitas coisas que a gente sabe e que as notas não dizem." Rita - 10anos
"Quando as coisas estão escritas em letras pequenas é porque são importantes." Diogo - 10 anos

Assim vai o mundo...

quinta-feira, novembro 17, 2005

Pois...

"A cada partida uma vontade de um regresso!"

Assim vai o (meu) mundo...

quarta-feira, novembro 16, 2005

Woodstock revival...

Hoje foi dia de festa Flower Power... Uma roupa de 10 euros arranjada numa loja de 2ª mão muito fixe, uns óculos que fariam inveja ao John Lennon, um lenço na cabeça e siga para a festa... Muita música revival, anos 60, 70 e um pouco 80 para que houvesse dança a rodos e diversão a potes... Gosto de festas assim...

Assim vai o (meu) mundo...

terça-feira, novembro 15, 2005

Até já...

Hoje um grande grande, não é repetição involuntária, amigo meu partiu na sua maior aventura...
Vai coordenar o projecto nacional de uma ONG em Moçambique. Será um desafio enorme porque vai gerir pessoas e vontades, mas eu confia nele e nas suas capacidades, por isso sei que este foi o primeiro grande passo numa carreira que será brilhante.
Um dia disse-lhe que ele era o meu exemplo em muitas coisas. Cada vez mais sei que isso é verdade...

Assim vai o (meu) mundo...

segunda-feira, novembro 14, 2005

O famigerado crime...

Fui ver o Crime do Padre Amaro! Desta vez a versão portuguesa...
Devo confessar que nunca li o livro de Eça de Queiroz. Prometo que um dia o farei! No entanto, já vi algumas versões visuais. Há muitos anos vi uma série televisiva, há algum tempo a versão cinematográfica mexicana com Gael Garcia Bernal no papel principal, e finalmente hoje a nova versão. Querendo ser mais actuais que Eça, dois argumentos de cinema perdem um pouco de sentido pelo exagero que tomam. Jorge Carrula, uma bela surpresa de interpretação (se bem que Nicolau Breynner, João Lagarto e sobretudo Nuno Melo sejam as melhores interpretações), é posto num bairro degradado, e deixa-se cair em tentação por uma mulher fatal (a bela Soraia Chaves). Como consequência, acabamos com um aborto e a morte do elemento feminino.
Todos os padres são vistos como homens pecadores e cheios de vícios. Ora bem, não concordando eu com tudo o que existe na Igreja Católica, também não penso que todos os clérigos sejam poços de defeitos. Outro aspecto que salta à vista é a nudez dos personagens. Apesar de serem corpos agradáveis à vista, acho que ela devia ser mais imaginada do que vista, mais sombreada que clareada. Aliás, a cena em que Soraia Chaves está em frente ao frigorífico é imagísticamente a mais bonita da película, sobretudo pela semi-obscuridade.
A banda sonora é actual, com bons temas pelos Da Weasel e Sam The Kid.
Concluindo, o filme é bom mas um pouco comercial. A ter de escolher, escolheria o mexicano...

Assim vai o mundo...

domingo, novembro 13, 2005

Forgotten Child...

Posted by Picasa

Forgotten child of old Britain,
Long lost without a captain,
There is no Wallace, there is no Collins,
There is no rise, there are no fallings...

In every Welsh lays a big heart, I know,
Although the present that don't show.
The future can only be good
If my message is understood..

"Wales the brave, Wales the old,
Wales the grey, Wales the cold...
In Cardiff, children play, it is true
But, then again, what can they do?"

sábado, novembro 12, 2005

Futuro adiado

Posted by Picasa
País de nome, país de Gales,
irmão esquecido da Grã Bretanha,
vive sem bens, sobrevive sem males
uma vida calma, uma vida estranha...

Nesta Cardiff fabril e fumarenta,
que a preto e branco é cinzenta,
a cabeçada nunca é golo,
quem não o sabe é tolo...

O resultado está empatado,
O tempo está parado,
O futuro está adiado,
Este é o vosso fado...

sexta-feira, novembro 11, 2005

É a mais pura das verdades...


O meu amigo Nuno esteve lá e comprovou a veracidade do aviso...

Assim vai o mundo... Posted by Picasa

O nosso papel...

Eu nem costumo concordar com algumas coisas que ele diz, mas acho que desta vez acertou...

Eduardo Prado Coelho - in Público

A crença geral anterior era de que Santana Lopes não servia, bem como Cavaco, Durão e Guterres. Agora dizemos que Sócrates não serve. E o que vier depois de Sócrates também não servirá para nada. Por isso começo a suspeitar que o problema não está no trapalhão que foi Santana Lopes ou na farsa que é o Sócrates. O problema está em nós. Nós como povo. Nós como matéria prima de um país. Porque pertenço a um país onde a ESPERTEZA é a moeda sempre valorizada, tanto ou mais do que o euro. Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude mais apreciada do que formar uma família baseada em valores e respeito aos demais. Pertenço a um país onde, lamentavelmente, os jornais jamais poderão ser vendidos como em outros países, isto é, pondo umas caixas nos passeios onde se paga por um só jornal E SE TIRA UM SÓ JORNAL, DEIXANDO-SE OS DEMAIS ONDE ESTÃO. Pertenço ao país onde as EMPRESAS PRIVADAS são fornecedoras particulares dos seus empregados pouco honestos, que levam para casa, como se fosse correcto, folhas de papel, lápis, canetas, clips e tudo o que possa ser útil para os trabalhos de escola dos filhos ... e para eles mesmos. Pertenço a um país onde as pessoas se sentem espertas porque conseguiram comprar um descodificador falso da TV Cabo, onde se frauda a declaração de IRS para não pagar ou pagar menos impostos. Pertenço a um país onde a falta de pontualidade é um hábito. Onde os directores das empresas não valorizam o capital humano. Onde há pouco interesse pela ecologia, onde as pessoas atiram lixo nas ruas e depois reclamam do governo por não limpar os esgotos. Onde pessoas se queixam que a luz e a água são serviços caros. Onde não existe a cultura pela leitura (onde os nossos jovens dizem que é "muito chato ter que ler") e não há consciência nem memória política, histórica nem económica. Onde nossos políticos trabalham dois dias por semana para aprovar projectos e leis que só servem para caçar os pobres, arreliar a classe média e beneficiar a alguns. Pertenço a um país onde as cartas de condução e as declarações médicas podem ser "compradas", sem se fazer qualquer exame. Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou uma mulher com uma criança nos braços, ou um inválido, fica em pé no autocarro, enquanto a pessoa que está sentada finge que dorme para não dar-lhe o lugar. Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro e não para o peão. Um país onde fazemos muitas coisas erradas, mas estamos sempre a criticar os nossos governantes. Quanto mais analiso os defeitos de Santana Lopes e de Sócrates, melhor me sinto como pessoa, apesar de que ainda ontem corrompi um guarda de trânsito para não ser multado. Quanto mais digo o quanto o Cavaco é culpado, melhor sou eu como português, apesar de que ainda hoje pela manhã explorei um cliente que confiava em mim, o que me ajudou a pagar algumas dívidas. Não. Não. Não. Já basta. Como "matéria prima" de um país, temos muitas coisas boas, mas falta muito para sermos os homens e as mulheres que nosso país precisa. Esses defeitos, essa "CHICO-ESPERTERTICE PORTUGUESA" congénita, essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui até converter-se em casos escandalosos na política, essa falta de qualidade humana, mais do que Santana, Guterres, Cavaco ou Sócrates, é que é real e honestamente ruim, porque todos eles são portugueses como nós, ELEITOS POR NÓS. Nascidos aqui, não em outra parte... Fico triste. Porque, ainda que Sócrates fosse embora hoje mesmo, o próximo que o suceder terá que continuar trabalhando com a mesma matéria prima defeituosa que, como povo, somos nós mesmos. E não poderá fazer nada... Não tenho nenhuma garantia de que alguém possa fazer melhor, mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá. Nem serviu Santana, nem serviu Guterres, não serviu Cavaco, e nem serve Sócrates, nem servirá o que vier. Qual é a alternativa? Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei com a força e por meio do terror? Aqui faz falta outra coisa. E enquanto essa "outra coisa" não comece a surgir de baixo para cima, ou de cima para baixo, ou do centro para os lados, ou como queiram, seguiremos igualmente condenados, igualmente estancados....igualmente abusados! É muito bom ser português. Mas quando essa portugalidade autóctone começa a ser um empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento como Nação, então tudo muda... Não esperemos acender uma vela a todos os santos, a ver se nos mandam um messias. Nós temos que mudar. Um novo governante com os mesmos portugueses nada poderá fazer. Está muito claro... Somos nós que temos que mudar. Sim, creio que isto encaixa muito bem em tudo o que anda a nos acontecer: desculpamos a mediocridade de programas de televisão nefastos e francamente tolerantes com o fracasso. É a indústria da desculpa e da estupidez. Agora, depois desta mensagem, francamente decidi procurar o responsável, não para castigá-lo, senão para exigir-lhe (sim, exigir-lhe) que melhore seu comportamento e que não se faça de mouco, de desentendido. Sim, decidi procurar o responsável e ESTOU SEGURO QUE O ENCONTRAREI QUANDO ME OLHAR NO ESPELHO. AÍ ESTÁ. NÃO PRECISO PROCURÁ-LO EM OUTRO LADO. E você, o que pensa?.... MEDITE!
EDUARDO PRADO COELHO

Assim vai o (nosso) mundo...

quinta-feira, novembro 10, 2005

Homenagem devida...

Morreu no passado dia 24 de Novembro, Rosa Parks. Deixo aqui a minha homenagem a uma das maiores defensoras dos direitos humanos... Se quiserem saber mais sobre ela, procurem, porque ela merece o esforço...

Assim vai o mundo...

quarta-feira, novembro 09, 2005

Sabiam que...

Portugal vai adoptar uma lei comunitária que diz que sexo com menores de 18 anos é crime! Será que é uma tentativa de acabar com as gravidezes na adolescência, ou com a pedofilia, ou com os abortos? Seja como for não me parece que seja uma lei destas que o vai fazer... Até porque, quem raio é que vai fiscalizar todos os casais do mundo?

Assim vai o mundo...

A bomba-relógio francesa...

Mais tarde ou mais cedo, a bomba teria que rebentar... A França foi durante anos um ponto de chegada de milhares de imigrantes. De várias nacionalidades, raças, ou credos, os imigrantes foram chegando e construindo um mosaico multi-étnico. Lembro-me quando a França foi campeã do mundo de futebol, foi exaltado o facto de a quase totalidade dos jogadores serem filhos de imigrantes de vários locais (Tunísia, Azerbeijão, Martinica, Marrocos,Portugal,etc), e era dado como exemplo de uma perfeita integração de imigrantes de 2º geração. Pois bem, o problemas é que nem todos são jogadores de futebol. E os jovens que não encontram trabalho, que se refugiam na droga, no crime, tem a grande dificuldade de não se sentirem franceses mas também não se sentirem oriundos da terra de seus pais. É a pior forma de ser apátrida, já que não é ter o mundo como casa, mas não ter casa em terra alguma...
Dois jovens menores fugiam da polícia, não por terem roubado alguma coisa como disse e depois desmentiu a polícia, mas de um controlo. Eles não cadastro e acabaram encurralados numa caixa de alta tensão, morrendo electrocutados. Iniciou-se aí a revolta, piorada com o lançamento de uma bomba de gás lacrimogénio para dentro de uma mesquita cheia de infiéis. Tudo este processo foi conduzido como um elefante em loja de porcelana pelo ministro do Interior Sarkozy (apontado como candidato a presidente da República), que foi chamando "escumalha" a estes franceses de segunda, sendo secundado por Chirac que afirmou que os franceses estão fartos dessa gente. Não me parecem bons princípios de diplomacia e igualdade, e o mesmo terá achado o Ministro da Igualdade francês (descendente de imigrantes), que se demarcou destas afirmações. Como resultado temos caos em todas as grandes cidades francesas ( e a alastrar-se aos países vizinhos) e uma terrível ineficácia em resolver o assunto. Não vejo o recolher obrigatório como solução, e aliás, não vejo solução nenhuma, porque quem semeia ventos, colhe sempre tempestades...

Assim vai o mundo...

Eu e o Bush...

 


O que eu gosto de pegar com o Bush... Posted by Picasa

terça-feira, novembro 08, 2005

Exemplos...

O coração de um jovem palestiniano, baleado por militares israelitas quando brincava com uma pistola de plástica, salvou a vida de uma menina israelita... Pelos vistos, em termos de coração somos todos iguais. Sem credos nem nacionalismos...

Assim vai o mundo...

Verdades Quase Absolutas...

1 - Para evitar ter filhos, faça amor com a cunhada. Só irão nascersobrinhos...
2 - Todos os cogumelos são comestíveis. Alguns só uma vez...
3 - Seja porreiro com os seus filhos. Lembre-se que serão eles aescolher o seu asilo...
4 - Nascemos carecas, nús e sem dentes. O que aparecer pelo caminho é lucro!
5 - Amigos vêm e vão, os inimigos acumulam...
6 - Se o amor é cego, o que é preciso é apalpar...
7 - Se a mulher fosse boa, Deus tinha uma. E se fosse de confiança, oDiabo não tinha cornos...
8 - Porque é que o pão se queima, o leite entorna, e a mulher engravida? Porque não se tira a tempo...
9 - Alguns homens amam tanto as suas mulheres, que para não as gastarem, preferem usar as dos amigos...
10 - Pior que uma pedra no sapato só um grão de areia no preservativo...
11 - Se um dia te sentires inútil ou deprimido, lembra-te só disto: Já houve um dia em que foste o espermatozóide mais rápido do grupo!
12 - Os trabalhadores mais incapazes são sistematicamente promovidos para um lugar onde possam causar menos danos: O lugar de Chefe...
13 - Os chefes são como as nuvens, quando desaparecem fica um dia lindo...
14 - O que leva os homens a perseguir mulheres com quem não tencionam casar? Certamente o mesmo tipo de impulso que leva os cães a perseguir carros que não tencionam conduzir...
15 - Sogra há só uma, mas parecem tantas...

O meu abandono da matemática..

Acredito que há pessoas viradas para os números, outras para as letras, outras para os riscos... Definitivamente eu não sou uma pessoa de números...

 Posted by Picasa

Juventude Inquieta

É nas conversas de café que surgem muitas vezes os passos em frente. Há um déficit de "juventude inquieta" nesta geração...
No fim dos anos 80 e, sobretudo, 90 surgiu em Portugal a expressão "geração rasca". A diferença de comportamentos e de alguns valores fez com que a geração pós-25 de Abril não fosse vista com bons olhos por quem viveu a ditadura. Mas nem tudo foi culpa nossa! Digo "nossa" porque me incluo nesta faixa etária. A invasão mediatizada de valores europeus e norte-americanos, a diferente educação dada pelos pais (fruto da maior profissionalização das mulheres e do papel da televisão), a maior facilidade de acesso à internet, fizeram com que os jovens crescessem mais informados mas mais perdidos. Penso que a idade adulta surge mais cedo, pois agora não é o casamento o catalizador da saída de casa e emancipação paternal, mas a entrada na universidade. O viver sozinho com 17/18 anos fez com que os jovens tivessem amadurecido à pressão, sem a necessária tranquilidade. O desemprego, cada vez mais agudo, demonstrou as fragilidades humanas dos jovens. Sentimo-nos perdidos, apáticos, pessimistas. É um estado letárgico por culpa própria mas ajudada por uma geração mais velha que preferiu sentenciar "Esta juventude está perdida" do que mostrar outros caminhos.
Ora bem, é complicado romper este marasmo, mas é possivel. Falando com um amigo, criticavamos o estado a que chegou a nossa cidade e jovens conterrâneos. O país enfrenta os mesmos problemas mas a nossa escala de acção tem de ser pequena. Lembrei-me então de invocar uma figura que se foi perdendo e que os chats internáuticos não substituiram: as tertúlias. Estes ajuntamentos de pessoas e opiniões (normalmente associados a locais com cafés ou agremiações) podem ser um novo ponto de partida para uma juventude mais interventiva (fora de âmbitos políticos, religiosos ou desportivos). É necessário procurar reunir pessoas que queiram participar de uma forma mais activa na sociedade. Mas como não gosto muito de teoria, fico-me por aqui...

Assim vai o mundo...

segunda-feira, novembro 07, 2005

Vi no Origem e não resisti

Vi isto no blog do FJV e não resisti a postar... Feliz do país que pode gozar de si mesmo...

 Posted by Picasa

Agora um bocadinho de brincadeira...

A arte do insulto, quando bem cuidado, é um belíssimo jogo de linguagem... Vejam neste site insultos em quase todas as linguas do mundo e divirtam-se...

http://www.insultmonger.com/swearing/index.htm

Já sabem como eu sou...

Se me conhecem sabem que procuro sempre divulgar este tipo de sites e iniciativas... Para que conheçamos o outro lado da moeda, e pelo menos, saibamos a sorte que temos...

http://www.ekincaglar.com/coin/

domingo, novembro 06, 2005

Vida de cão...

Tantas e tantas vezes ouvi dizer que os cães tem uma boa vida! Agora começo a entender porquê....

 Posted by Picasa

sábado, novembro 05, 2005

Pelo menos, faz sorrir..

Mesmo que seja apenas uma pintura de um carro, ocorrem-me várias coisas que um peão poderia dizer....


Assim vai o mundo... Posted by Picasa

sexta-feira, novembro 04, 2005

É estúpido mas faz sorrir..

Bem sei que é parvo, mas rir é preciso...

 Posted by Picasa

A bela da música...

"Maybe Tomorrow"
Stereophonics

Been down and I’m wondering why
These little black clouds keep walking around with me, with me
Waste time and I’d rather be high
Think I’ll walk me outside and buy a rainbow smile but be free, be all free

So maybe tomorrow I’ll find my way home
So maybe tomorrow I’ll find my way home

I look around at a beautifiul life
I been the upper side of down; been the inside of out but we breathe, we breathe
I wanna a breeze and an open mind
I wanna swim in the ocean, wanna take my time for me, it’s all free

So maybe tomorrow I’ll find my way home
So maybe tomorrow I’ll find my way home
So maybe tomorrow I’ll find my way home
So maybe tomorrow I’ll find my way home

Assim vai o mundo...

Novo concurso no Escritor Famoso..

Mais uma vez me meti na aventura de um concurso literário do blog Escritor Famoso... Desta vez tenho de construir um poema com base numa foto. Quem me conhece sabe que não tenho muito dom para a poesia, mas enfim... Quanto à foto, a escolhida foi esta: Cardiff de David Hurn!


Assim vai o mundo... Posted by Picasa

quinta-feira, novembro 03, 2005

Em Portugal, às vezes é assim...



Por vezes, com o atendimento que há, mais vale que seja mesmo granada.. Posted by Picasa

Mas que bela ideia...

Não seria eu se não falasse de uma das melhores iniciativas da blogosfera... Mais não digo, apenas vos indico o caminho: http://proximizade.weblog.com.pt/

Assim vai o mundo...

quarta-feira, novembro 02, 2005

Informações inúteis...

E que tal alguns nomes de fobias:

Peladofobia- medo de pessoas carecas (discriminação capilar)
Alectorofobia- medo de galinhas (assim não há o perigo da gripe das aves)
Hippopotomonstrosesquippedaliofobia- medo de palavras longas (sobretudo de escrevê-las)
Arachibutyrofobia- medo de ficar com manteiga de amendoim, pipocas ou qualquer doce compacto colado ao céu da boca (sem comentários)
Blennofobia- medo de coisas viscosas (até é um nome simpático)
Didascaleinofobia- medo da escola (todos nós tivemos pelo menos durante um dia)
Octofobia- medo do número oito (sempre achei aquelas bolas sobrepostas ameaçadoras)
Gellofobia- medo de gargalhadas (convém fugir de Seinfelds ou Gatos Fedorentos)
Panofobia- medo de tudo (a ser que seja assim, em grande)

Decididamente, cada maluco, sua mania...

Assim vai o mundo...

terça-feira, novembro 01, 2005

Já só é preciso andar...

Sempre em busca de formas diferentes para perder peso, eis que umas simples sapatilhas parecem ter bons resultados...
O engenheiro suiço Karl Müller descobriu que ao andar descalço, as dores de costas e joelhos diminuíam. Vai daí desenhou umas sapatorras com o nome MBT, Masai (povo nómada que anda descalço) Barefoot Technology. Começaram a ser comercializadas em 1996, e os atletas profissionais gostaram muito. Ora bem, o melhor é que pelos vistos para além de corrigir a postura, ajuda a reduzir a celulite. Ora isto teve como efeito a venda de mais de um milhão de pares.
É claro que tinha de haver espinhos. As MBT não são giras e demora um pouco a habituar a caminhar com naturalidade (pois a sola tem 5 cm). Não tem, obviamente, resultados imediatos, já que na primeira semana não se pode usar mais de meia hora por dia.
Falta o preço... Mais ou menos 250 euros! Mas imagine-se o que se poupa em ginásio...

Assim vai o mundo...