terça-feira, agosto 30, 2005

Dia da blogosfera...

Descobri que hoje é o dia da Blogosfera e que é suposto dar algumas sugestões de leitura! Como de livros irei sempre falando, dou-vos hoje alguns dos blogs que estão nos meus favoritos e espero que gostem...

http://eroticidades.blogspot.com/
http://paulodamaso.blogspot.com/
http://100tretas.blogspot.com/
http://www.cidadesurpreendente.blogspot.com/
http://aloiranaogostademim.blogspot.com/
http://aquedadumanjo.blogspot.com/
http://abrupto.blogspot.com/
http://aguasdosul.blogspot.com/
http://alguidardohumor.blogspot.com/
http://www.amor-e-ocio.blogspot.com/
http://aviz.blogspot.com/
http://blogdobide.blogspot.com/
http://bomba-inteligente.blogspot.com/
http://limaecachaca.blogspot.com/
http://blogcasmurro.blogspot.com/
http://cronicasvagamundo.blogspot.com/
http://desblogueadordeconversa.blogspot.com/
http://dias-com-arvores.blogspot.com/
http://divasecontrabaixos.blogspot.com/
http://gatofedorento.blogspot.com/
http://intenuilabor.blogspot.com/
http://incomensuravel.blogspot.com/
http://inconfidencias.blogs.sapo.pt/
http://kotodianguako.blogspot.com//
http://maistretas.blogspot.com/
http://meninamarota.blogspot.com/
http://morangosechocolate.blogspot.com/
http://tempestade-nocturna.blogspot.com/
http://mundocartune.blogspot.com/
http://novosvoos.blogspot.com/
http://oacidental.blogspot.com/
http://jumento.blogdrive.com/
http://www.ocasionalidades.blogspot.com/
http://outro-eu.blogspot.com/
http://panodopo.blogspot.com/
http://postsecret.blogspot.com/
http://ruadajudiaria.com/
http://www.umamorfeliz.blogspot.com/

Assim vai o mundo..

Eles estão de volta..

O bando de ladrões mais cool do planeta decidiu fazer um segundo golpe! Obviamente falo do filme que vi hoje: Ocean's Twelve...
Apesar de ter mais efeitos visuais que o primeiro filme, a verdade é que os melhores momentos deste filme continuam a ser os diálogos entre Clooney e Pitt. Vê-se que esta dupla tem liberdade para criar momentos visualmente atractivos. O elenco continua a ser óptimo, sendo que às conhecidas super-estrelas se junta uma Catherine Zeta-Jones perfeita para o papel de inspectora da Interpol.
Não é um filme para pensar nem com uma mensagem filosófica, mas desempenha bem a função de nos divertir e surpreender com os malabarismos de uns larápios por quem nutrimos uma grande simpatia e admiração...

Assim vai o mundo..

segunda-feira, agosto 29, 2005

O crime que todos cometemos...

Confesso desde já que não compro um cd de música há vários anos! Se isso é crime punível com prisão então terão que construir muitas instituições prisionais. Portugueses de todas as idades e classes sociais começaram há muito a fazer download de músicas e cds favoritos...
A partir do momento que tive Internet em casa e um programa de partilha de ficheiros que comecei a usar essa forma para obter música e vídeos. Estranhamente, devo admitir que continuei a comprar dvds, sobretudo através de promoções como aquela em que comprei 3 filmes por 21 euros. Acho que o mercado do cinema reagiu melhor à pirataria baixando os preços para níveis aceitaveis ou incluindo extras no produto. Quer se queira que não, dar 10 ou 15 euros por um cd é excessivo. Da mesma forma, o preço dos livros é irreal, tendo como consequência que por cá não se leia e se faça um enorme número de downloads musicais.
Trata-se então de uma questão monetária! Se os artistas me disserem que cada vez vendem menos cds, eu digo-lhes para acrescentarem extras e tornarem o produto mais atractivo...

Assim vai o mundo..

domingo, agosto 28, 2005

Os putos..

De volta aos artigos mais normais, decidi falar sobre uma constatação que cada vez mais confirmo: os jovens estão cada vez mais saídos da casca...
Ontem à noite, por ocasião de uma saída em Tróia, que aliás me surpreendeu pela positiva, tive eu e uns amigos uma conversa com um rapaz que não devia ter mais de 14/15 anos. Ora bem, apesar de estar claramente atestado etilicamente, a desenvoltura do discurso e o "registo verbal" (palavras do próprio) deixou-nos estupefactos. Estando ele num dilema amoroso, tão normal para a idade, decidiu expôr-nos o caso.
Assim, tratava-se de um caso simples de traição, cujo desfecho passaria pela mentira ou verdade. O que nos espantou foi que ele tinha já uma solução que se pode descrever como meia-verdade. Contaria, então, à namorada a infidelidade mas acrescentaria que acabou com o "chamado envolvimento" (mais uma vez, palavras do próprio) com umas ríspidas palavras que demonstrariam o amor à namorada. Para não perderem a verdadeira pérola, fiquem a saber que a saída para com a amante seria: "Ó pêga, varre-te daqui para fora!"...
Esta esperteza ladina e jogo de cintura é normal na juventude mas tenho vindo a reparar que cada vez mais cedo, os adolescentes ganham a chamada lábia. Não sei se é a internet, a facilidade de comunicação, maior ligação interpessoal, sei apenas que vejo jovens dos 12 anos para a frente a escrever no msn, a ter blogs e flogs, a ganhar facilidade em estabelecer contacto e a fugir de situações apertadas que eu só consegui muito mais tarde! Tão cada vez mais espertos, os sacanas dos putos...

Assim vai o mundo..

sábado, agosto 27, 2005

Diário de Bordo V

11h40
O dia não está a correr muito bem! Não ganhei o Euromilhões, e no meu último banho de mar no algarve, calculei mal as distâncias, mergulhei demais e dei uma cabeçada na areia. Resultado? Uma marca que atravessa a testa de um lado ao outro...

14h20
Início da viagem que me levará a Troia e a mais uma etapa destas férias... O inferno do Alentejo afigura-se quentinho...

17h08
Depois de alguns enganos, chegamos a Troia. Fico agora entregue aos meus amigos amigos e dou por encerrado este diaário de viagem....

Assim vai o (meu) mundo..

sexta-feira, agosto 26, 2005

Diário de Bordo IV

14h12
Acorda-se à mesma hora como um relógio suiço, vai-se para a praia tomar uns banhos, almoça-se e descansa-se! Começo a ver alguma monotonia...

20h13
Fim de praia com algumas palhaçadas de fim de tarde. Agora, tomar banhinho para ver a bola...

23h35
Algum sofrimento bom, mas o FCP lá acabou por ganhar. Constatei que a Naval deve ter muitos adeptos no Algarve porque havia muita gente a gritar pelos navalistas...

0h15
Alguém sabe os números do Euromilhões? Se calhar tou rico...

Assim vai o (meu) mundo..

quinta-feira, agosto 25, 2005

Diário de Bordo III

9h05
E pensar que da segunda vez iria custar menos a acordar... Tou com uma dor de pescoço que nem consigo dizer não...

9h24
Chegada à piscina! Decidimos hoje provar uma água com cloro...

11h30
Depois de um banho rápido, divirto-me a ver miúdos e graúdos no escorrega aquático. Porque será que me parece que tem todos a mesma idade...

13h31
O almoço hoje é só tosta porque a fome não é nenhuma...

14h41
Zanga com a cara-metade! Raios partam os telemóveis...

14h45
Zanga com a mãe! Isto do meu feitio faz sempre com que tenha meia hora de discussão com tudo e todos...

15h10
Decidi cortar o cabelo. Pode ser que o pente 4 leve a tempestade...

15h50
Fico a conhecer os adversários de Porto e Benfica na Liga dos Campeões. Nada mau! Pode ser que dê para ver uns joguinhos...

16h19
Chegada à praia e primeiro mergulho...

20h15
A última hora e meia foi passada a dormir. Nem dei o tradicional banho de fim de tarde! É o que dá acordar cedo...

23h11
A visita ao Casino de Vilamoura não está a correr muito bem. A minha mãe costuma ter sempre a sorte feminina mas hoje pouco dá... Eu joguei 20 euros na máquina de poker, não para ganhar, pois essa é uma realidade impossível, mas para passar o tempo...

0h10
De volta ao parque para dormir! Afinal este até já passou a ser o meu horário...

Assim vai o (meu) mundo..

terça-feira, agosto 23, 2005

Diário de bordo II

9h04
Depois de um ligeiro toque da minha mãe, decido acordar. Confirmo a minha teoria. Não é o número de horas que me faz ter mais sono, é mesmo acordar de manhã. Depois de muito lavar a cara e beber um leite UCAL, seguimos para a praia...

9h50
"Não tá nada quente!"- afirmação irónica da minha pessoa... ! "Nada!" - resposta sarcástica da senhora minha mãe...

10h03
Primeiro banho do dia... Ah, como a água tá boa! Dá para fazer uma sopinha...de areia que a de pedra é noutro sítio...

10h40
Ligo o telemóvel. Duas mensagens, uma chamada. Parece que sentem a minha falta...

12h49
Hora de voltar ao parque para almoçar. Uma saladinha de frango porque não há vontade para mais...

15h10
Depois de esplanadar, nada como ir para a praia... Decido fazer um video a dizer um poema. Viva o meu telemóvel!

16h17
Meu Deus! Sinto-me como frango no churrasco... Tá na hora de me molhar...

18h45
Estes banhos de mar ao fim da tarde...

19h50
Um pôr de sol destes obriga a uma série de fotografias!

21h
Depois de um banho, é preciso jantar. A ementa de hoje consiste em almondegas e esparguete. Podia estar mau, mas até estava bem bom...

21h41
Uma volta pela marginal da Quarteira. Muito espécime estranho, muita barraca de fartura e muito arraial. Nada como o Algarve em Agosto para regressarmos às origens tugais...

23h30
De volta ao parque, ainda a tempo de ouvir cinco músicas no karaoke. Tenho de escrever um artigo sobre este desporto radical que é expôr os nossos dotes vocais frente a uma plateia...

0h10
Mais uma vez não havendo nada a fazer, caminha...

Assim vai o (meu) mundo..

Diário de bordo I

Pois bem, vou de férias novamente... Outra vez, perguntarão alguns? Pois bem, depois de dois anos sem sol e devidoà condição de desempregado é bom aproveitar todas as hipóteses. Desta vez o destino é o Algarve e a companhia a minha mãe! Para não perder a capacidade de escrita, faço-vos um diário de viagem...

9h30
Meu Deus, acordar a esta hora não é mesmo para mim! É claro que me ter deitado às 3 ou 4h da madrugada não ajuda, mas definitivamente o meu corpo e a manhã não gostam um do outro. Levantei-me, tomei um banho de água fria (para anestesiar o corpo), arrumei o pc e siga para o carro...

10h
Calmamente instalado no lugar de passageiro, dei o meu ok à minha mãe e iniciamos uma viagem que se espera relaxante...

11h45
A última meia hora foi penosamente passada numa fila devido a um suposto acidente perto de Estarreja. Chega-se ao local e são os bombeiros a limpar a tirar água. Não percebo muito bem o que se passa, porque o que eu quero é ver estrada livre...

12h20
O calor é mais que muito! Abro as janelas, mas não consigo ouvir o rádio. Fecho as janelas para ouvir o rádio, morremos assados... Assim como assim, as notícias são sempre as mesmas e ao fim da terceira vez já as sei de cor e salteado...

13h
Decidimos sair em Almeirim e almoçar. O calor é mais que muito! (Até eu tou repetitivo...) Entramos no restaurante Sopa na Pedra, que pelos vistos é a especialidade! Eu não consigo comer sopa com estas temperaturas, por isso como algo mais leve e no fim dedico-me à outra especialidade: uma fatia de um delicioso melão! Fresquinho e saboroso, que bem que soube... Tudo isto regado com mais de meio litro de... água!

15h04
O Alentejo não perdoa! São mais de 30º e não há maneira de ficar mais fresco. O carro vai a 150 km/h mas é por uma boa causa. É que se for a menos velocidade, menos ar entra dentro do carro...

16h42
A placa a dizer Algarve... Começa a ser uma boa altura para decidirmos para onde vamos ao certo...

16h55
Reduzimos os destinos a Quarteira e Albufeira! A primeira placa que aparecer, é para onde vamos...

17h02
Escolhemos a Quarteira! O próximo objectivo é encontrar o parque de campismo...

17h10
Ai está! Chegamos ao destino. Agora encontrar um sítio e montar a tenda. A tenda ou a barraca, dependendo da dificuldade...

18h21
Tudo montado, calção de banho vestido e siga para a praia...

18h30
Muito bem instalado na toalha, aproveito o sol do fim de tarde... Está quentinho!

19h15
Chegou a hora do teste de fogo! Dirijo-me calmamente com a minha mãe. O primiero impacto é frio, mas rapidamente a sensação muda. Ahhhh, só por causa disto vale a pena fazer tantos km. Esta água quentinha no Norte e viveria na praia...

19h43
Esta na altura de abandonar a areia. Por esta altura, tudo que é Sporting está com o olho na tv ou o ouvido na rádio para saber se o seu clube se junta ao FCP e SLB na liga milionária...

20h32
Pelo intervalo e já com 2-1 para a Udinese, é tempo de ir comer alguma coisa...

20h50
Acabado o entrecosto, uma viagem até à sala de convívio ver a segunda parte...

21h34
Com 3-2 no placard, junto-me à minha mãe na esplanada. Pouco depois vejo muito rosto verde de tristeza. Sinto falta de alguma coisa! O telemóvel está sem bateria. Confesso que me faz falta..saber as horas!

22h41
Depois de algum tempo a olhar as estrelas com a entidade maternal (o problema de não haver electricidade, ou seja, tv), decido ir tomar banho. A água é quente mas tenho de estar a carregar no botão de 10 em 10 segundos. A seguir, ponho o telemóvel a carregar enquanto faço (ou desfaço, nunca sei) a barba e lavo os dentes. Por fim, faço uma chamada, ainda ligado à parede...

0h02
Não havendo nada para fazer, decidimos dormir para amanhã acordar cedinho...

Assim vai o (meu) mundo..

segunda-feira, agosto 22, 2005

O fim de um mito...

Há uns tempos atrás falei aqui do piano man... Era um homem que apareceu em Kent e que não se sabia quem era nem o que queria...
Pois bem, hoje tivemos o fim do mistério e também o fim da ilusão. Confesso que também eu quis acreditar em algo especial, acreditar que este homem teria surgido do nada e com o único propósito de tocar piano...Mas isso não poderia ser e a verdade revelou-se bem cruel! Afinal, o rapaz tem 20 anos e é alemão. Abandonou a família num sítio qualquer da Alemanha e foi para Kent para se suicidar. Afinal só sabe tocar algumas notas, sem conhecer nenhuma peça musical. Desenhava pianos porque é a única coisa que sabe desenhar. Por fim, tinha alguns tiques porque trabalhou durante muito tempo com deficientes... Para além de confessar isto tudo, decidiu acrescentar que era homosexual! Porventura achará ele que o facto de ser homosexual importa? Não entenderá ele que foi o fim do mito que importa? Que a ilusão era demasiado boa para ser explicada... Sobretudo porque a realidade é demasiado crua e dura! Houve todo um embelezamento por parte dos media, sobretudo a parte do pianista tocar peças musicais durante horas quando afinal sabia apenas umas notas, que demonstra que todos queriamos acreditar em algo... E agora, descobrimos que foi tudo um logro... As razões dele ter feito isto tudo ainda não foram explicadas, mas confesso que tenho curiosidade. Gosto de saber o porquê, quando sou enganado...

Assim vai o mundo..

domingo, agosto 21, 2005

O regresso da bola...

Eis que regressou umas das coisas que me prende a atenção: a bola! Confesso que gosto muito do desporto que consiste em 22 marmanjos de calções a correr atrás de uma bola...
Este ano coube ao Sporting iniciar o campeonato ou liga ou coisa que o valha. Vi atentamente o jogo, porque é um rival do meu clube mas também porque gosto de futebol e não só do meu clube... Não sou anti-nada, apenas torço pelo meu clube e gosto de ver um espectáculo que se chama futebol como gosto de ver ópera! Aliás, um jogo de futebol deve ser vivido durante 90 minutos, com todas as alegrias e tristezas, e mais nada... Não se deve abusar nas comemorações nem nas frustrações. Ora bem, este campeonato parece-me que vai ser equilibrado como anterior, se bem que provavelmente a diferença entre os três grandes e as outras equipas será maior. O Sporting tem uma equipa mais reforçada mas continua a ter um problema defensivo, o Porto tem um treinador novo com uma nova mentalidade e pode ser difícil implementá-la e o Benfica é o campeão mas continua a ter um plantel muito curto...
Como disse o Sporting foi o primeiro e conseguiu uma vitória importante frente ao Belenenses, mesmo sem demonstrar muito futebol. O Benfica foi o senhor que se seguiu, e não conseguiu dar a volta a uma Académica que sabe defender. O resultado espelha bem a incapacidade de criar oportunidades de golo. O Porto partiu em vantagem pois já sabia o resultado dos rivais, mas ainda não foi desta que conseguiu sacudir de vez a maldição do dragão. É certo que ganhou mas tem de fazer muito mais, porque o Estrela foi uma presa demasiado dócil...
De resto a assinalar a vitória na Naval contra o Guimarães, porque foi na cidade berço e porque a Naval acabou o jogo com 8 jogadores...
Pronto, foi o meu devaneio futebolístico de início de época, não vos maço mais...

Assim vai o mundo...

sábado, agosto 20, 2005

Homenagem à mulher...

Todos os dias, milhões de mulheres estafam-se por cumprir as suas obrigações de mãe, esposa e mulher. Gedeão descreveu um desses dias...

Calçada de Carriche

Luísa sobe,
sobe a calçada,
sobe e não pode
que vai cansada.
Sobe, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe
sobe a calçada.
Saiu de casa
de madrugada;
regressa a casa
é já noite fechada.
Na mão grosseira,
de pele queimada,
leva a lancheira
desengonçada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

Luísa é nova,
desenxovalhada,
tem perna gorda,
bem torneada.
Ferve-lhe o sangue
de afogueada;
saltam-lhe os peitos
na caminhada.
Anda, Luísa.
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

Passam magalas,
rapaziada,
palpam-lhe as coxas
não dá por nada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

Chegou a casa
não disse nada.
Pegou na filha,
deu-lhe a mamada;
bebeu a sopa
numa golada;
lavou a loiça,
varreu a escada;
deu jeito à casa
desarranjada;
coseu a roupa
já remendada;
despiu-se à pressa,
desinteressada;
caiu na cama
de uma assentada;
chegou o homem,
viu-a deitada;
serviu-se dela,
não deu por nada.
Anda, Luísa.
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.
Na manhã débil,
sem alvorada,
salta da cama,
desembestada;
puxa da filha,
dá-lhe a mamada;
veste-se à pressa,
desengonçada;
anda, ciranda,
desaustinada;
range o soalho
a cada passada,
salta para a rua,
corre açodada,
galga o passeio,
desce o passeio,
desce a calçada,
chega à oficina
à hora marcada,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga;
toca a sineta
na hora aprazada,
corre à cantina,
volta à toada,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga.
Regressa a casa
é já noite fechada.
Luísa arqueja
pela calçada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada,
sobe que sobe,
sobe a calçada,
sobe que sobe,
sobe a calçada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

António Gedeão

sexta-feira, agosto 19, 2005

Eu e o pôr do sol...


O caminho para a Póvoa foi embelezado por este lindo quadro...

quinta-feira, agosto 18, 2005

Vai-se a ver e o problema é de lá...

Hoje o meu sono reparador de beleza foi interrompido pelas 11h15 pelos rapazes, digo isto porque tinham a minha idade ou menos, da TV Cabo...
Desde que há um mês esta companhia tinha decidido mudar a minha box antiguinha mas fiável pela analógica que tinha sido privado de ver o meu canal de desporto, vulgo Sport Tv... Cada vez que a minha paciente mãe ligava para o serviço de atendimento era-nos dito que o problema iria ser resolvido dentro de dias... Os tais dias foram passando e um certo dia em mais uma chamada, uma menina iluminada disse: "Olhe, e se tirar as pilhas ao comando, carregar em todas as teclas duas vezes e depois por as pilhas?"... Ora bem, esta hipótese pareceria-me estúpida, mas já estava por tudo. A verdade é que o comando desbloqueou e começou pelo menos a trocar de canais... A seguir, noutro lampejo de genialidade, disse para desligar a powerbox da corrente e milagre dos milagres, a minha Sport Tv começou a dar! Eu não me considero idiota e até me posso gabar de saber ler, mas tenho a certeza absoluta que nos manuais de instruções não vinham estas pérolas da tecnologia moderna... Seja como for, agradeço à menina...
Mas como comecei o artigo os rapazes tiveram que vir a minha casa, porque certos canais, como por exemplo o belíssimo RTP Memória onde revejo o Pantanal e os Amigos de Gaspar, não estavam disponíveis... Assim, veio a minha casa, pela quarta vez, o mesmo técnico, que por esta altura já conhece a minha casa tão bem como eu, e esteve de volta do problema duas horas... Foi ao sotão, mexeu nas tomadas, trocou de box duas vezes, chamou reforços, pôs outro cabo, e mais e mais... No fim de tudo isto, os três deliberaram e disseram que o problema devia ser de Lisboa e que o tratamento era esperar uns dias! E acordei eu para isto...

Assim vai o (meu) mundo...

quarta-feira, agosto 17, 2005

Mergulhar no Tugal...

Hoje fui até à praia... Fui logo surpreendido pela quantidade absurda de pessoas. Decidi ficar e deliciar-me com o espectáculo proporcionado pelo Tugal...
Desde logo percebi que teria sido inútil ter levado rádio uma vez que o volume de voz que as pessoas utilizam faria inveja a qualquer sirene de um quartel de bombeiros. Depois foram tantos os pontapés na gramática que pensei se não daria um ataque de coração a um professor de português que por ali andasse. E se os adultos são maus, as crianças não ficam atrás! Não consigo entender mas tornou-se um hábito as respostas tortas e pelavrões usados pela pequenada. Como resultado, a célebre técnica de educação/repressão, muitos estalos e ainda mais insultos. ( Já agora podem explicar-me qual é a lógica de uma mãe chamar a um filho "filho da p..."?)
Quando decidi abandonar o meu lugar e ir até à água, deparei-me com pessoas a ler aqueles romances de cordel com nomes como "Paixão Indomável" ou "Prisioneira do Amor". Cheguei então à conclusão que o problema não é os portugueses não lerem, mas lerem coisas muito más. Quando já me estava a secar depois de uma banho refrescante, comecei a reparar que os jovens portugueses estão cada vez mais gordos e com celulite! Será dos gelados e chipicaos que os pais lhes dão como lanche na praia? Eu até apostava que sim...
Bem, decidi continuar a fazer o meu Soduku ou Sokudu ou diabo a quatro antes que a tentação de ir embora fosse ainda maior...

Assim vai o mundo...

terça-feira, agosto 16, 2005

Pessoa é sempre Pessoa...

Um poema para fazer pensar...

Verdade, mentira



Verdade, mentira, certeza, incerteza...

Aquele cego ali na estrada também

conhece estas palavras.

Estou sentado num degrau alto e

tenho as mãos apertadas.

Sobre o mais alto dos joelhos cruzados.

Bem, verdade, mentira, certeza, incerteza o que são?

O cego pára na estrada,

Desliguei as mãos de cima do joelho.

Verdade, mentira, certeza, incerteza são as mesmas?

Qualquer coisa mudou numa parte

da realidade - os meus joelhos e

as minhas mãos.

Qual a ciência que te dá conhecimento para isto?

O cego continua o seu caminho e

eu não faço mais gestos.

Já não é a mesma hora, nem a

mesma gente, nem nada igual.

Ser real é isto...

Alberto Caeiro

domingo, agosto 14, 2005

Choque..

Crash é o nome do filme que devem ver o mais rapidamente possivel... Se ainda não viram, não leiam mais este artigo! Vão ver primeiro e depois vejam se concordam comigo...
Comecemos pelo filme! Fabuloso. Actores incriveis, realização estupenda, banda sonora poderosa, fotografia simplesmente bela, enredo cruelmente actual... Aliás, devo dizer que é isso que fascina neste filme! Somos de tal forma envolvidos pela trama que damos por nós a torcer pelos maus, criticar os bons, gritar de raiva e alegria... O principal tema do filme é o racismo! Seja ele dissimulado, explícito, raivoso, branco, negro, latino, árabe! Damos por nós a pensar se no dia a dia não tomaremos pequenas atitudes como essas que são um racismo escondido e recalcado... E magoa ver que aquelas pessoas que abominamos podemos ser nós em pequenos momentos do quotidiano! Mas é um filme poderoso por isso mesmo, porque vibramos com as cenas. Sentimos raiva, alegria, angústia, esperança, medo, tristeza, compreensão, dúvida... E tudo num ritmo de tal forma alucinante que não temos tempo de respirar...
Eu não gosto de exagerar em filmes mas este merece! É um Magnólia aperfeiçoado porque actualizado... Tive de parar o filme a meio porque me estava a fazer confusão ver um filme tão bom, tão rápido, tão intenso... É um filme que joga com as emoções mais fundas e reais que temos: o medo e a raiva! Vejam, não porque eu vos peço, mas porque crescemos com ele...

Assim vai o mundo...

Outras carreiras..

Dou por mim a pensar o que poderia ter sido, se não tivesse feito as escolhas académicas que fiz...
Já me disseram que tenho boas mãos para fisioterapeuta, mas hoje decidi revelar-vos que gostaria de ter sido sexólogo! Ora bem e porquê sexólogo? É claro que ajuda o facto de eu ser uma pessoa liberal e curiosa. Devo confessar que tenho curiosidade em conhecer os hábitos e desejos dos homens, mulheres e casais. Gostaria mesmo que investigar que tipo de comportamentos sexuais e amorosos é que os portugueses tem... Saber se somos quentes como os brasileiros ou reservados como os ingleses! Saber se somos capazes de orgias como os suecos ou tradicionalistas como os italianos!
Quando vejo um Júlio Machado Vaz, penso como seria interessante conhecer esse lado escondido mas sucolento das pessoas. É a psicologia/sociologia aplicada ao sexo! Três áreas fascinantes para um curioso atrevido como eu...

Assim vai o mundo..

sábado, agosto 13, 2005

Para quê?

Começo a perder alguma fé na inteligência dos portugueses! Mas que raio de vício é este que nós temos de fazermos coisas estúpidas que provoquem o perigo...
Vou ser sincero, à excepção da passagem de ano, nunca vi noutro país tanto uso de fogo de artifício. Em Portugal, qualquer festa ou bailarico tem espectáculo pirotécnico. Devo confessar que é um show maravilhoso, se bem que prefiro o chamado fogo preso, mas petardos às sete da manhã ou fogos provocados por canas, acabaram com a minha simpatia. E o meu desprezo completo surge quando todos os anos, e hoje mais um caso, há jovens a morrer ou ficarem estropiados por causa de falta de segurança!
Só nós é que, não tendo o flagelo das minas ou guerra, inventamos uma forma explosiva de mutilar ou matar-nos. Dediquem-se aos espectáculos de luzes e música como aquele que vi na Grand Place em Bruxelas em 2003...

Assim vai o mundo...

sexta-feira, agosto 12, 2005

Era aqui..

Era aqui que queria estar por todas as razões e mais uma, enorme...

Assim vai o (meu) mundo...

quinta-feira, agosto 11, 2005

Que diria D. Dinis...

Tentei escapar durante algum tempo, mas não há hipótese! Que país é este que ano após ano se vai deixando consumir pelas chamas?
Cada vez mais o jardim à beira-mar plantado vai perdendo mancha verde e nada parece ser feito... Chega o calor, chegam fogos que lavram durante dias a fio, e que nos oferecem imagens de paisagens enegrecidas, bombeiros extenuados, politicos momentaneamente preocupados, de pessoas desoladas... E o final é sempre o mesmo: lá para Setembro/Outubro, tudo passará sem que medidas tenham sido tomadas e o défice ou o futebol concentrarão a nossas atenção...
Há tanto a dizer que nem sei por onde começar! Começo pelas coisas boas. Tenho toda a admiração pelos bombeiros, sobretudo pelas corporações voluntárias que arriscam a vida sem uma remuneração fixa... Trabalham por vezes com muito poucos meios e ainda assim lutam com todas as forças contra essa força que é o fogo! São muitas vezes incompreendidos e insultados, mas no fim do dia o seu trabalho tem de ser louvado e enaltecido... Ora bem, depois temos a classe política! Por muito que se possa dizer, há várias soluções que poderiam ser adoptadas: uma maior penalização dos incendiários apanhados, a criação de uma madeireira nacional para onde iria a madeira queimada que impediria fogos postos por partes de madeireiros privados, o impedimento de plantações em locais queimados no espaço de 20 anos que impediria fogos postos por agricultores ou proprietários rurais, modificar ou extinguir o serviço militar para criar um serviço cívico obrigatório e que consistiria em por exemplo limpar matas, obrigatoriedade por parte dos reclusos desse mesmo trabalho cívico, melhor ordenamento florestal, etc... Por fim, falar de quem tem muita responsabilidade nisto tudo: todos nós! Somos nós que temos que exigir soluções aos governantes, somos nós que devemos cumprir regras elementares como não fumar ou fazer lixo nas matas, não esquecer este problema quando chega o Outono, etc... Depois, não adianta aquela reacção típica portuguesa quando tudo está a arder, chorar copiosamente e pedir auxílio ao governo! Noutros países afectados por catástrofes naturais, como cheias ou terramotos, não se vêem estas reacções, vêem-se pessoas prontas a começar de novo, porque a única perda irreparável é a da vida...
Mas é triste ver arder todas estas árvores e constatar que em 10 anos perdemos 30% da nossa mancha florestal! O que diria D. Dinis de tudo isto? Não sabemos preservar as nossas riquezas, aliás, nunca soubemos...

Assim vai o mundo...

quarta-feira, agosto 10, 2005

Um lugar a meu gosto..

Decidi hoje partilhar convosco um gosto pessoal... Adoro um certo tipo de cafés em que se alie coisas boas comestíveis com bom gosto e sossego!
Para ser mais fácil, posso dar-vos como exemplo um Cup&Cinno, um Café di Roma, ou um Storia del Caffé! Eu que não gosto de café vejo-me tentado a provar certas especialidades só pelo simples facto de parecerem deliciosas... Mas não falo só de café! O Cola Float e um panini do Cup&Cinno, os scones do Café di Roma com um granizado de limão, o Snowman do Storia com um muffin de chocolate... Meu Deus, só de pensar nisso já sinto a saliva a ganhar os contornos da minha boca! Mas como estava a dizer gosto de para além de comer coisas deliciosas, estar num sitio sossegado em que possa estar a conversar ou a ler... Aliás, gosto de sítios como a Fnac ou a livraria Ler Devagar em que podemos estar a ler o nosso livro sem que ninguém nos venha chatear ou incomodar...
Ora bem, tenho então que confessar que gostava de abrir um desses locais que aliassem boas especialidades um pouco fora do comuns com a possilbilidade das pessoas desfrutarem de um ambiente calmo e propício à leitura... Para que no meio da agitação que normalmente é a nossa vida pudessemos ter um momento de acalmia e de conforto... Se algumas vez puder abrir um espaço destes, estão todos convidados...

Assim vai o (meu) mundo...

terça-feira, agosto 09, 2005

Azar metereológico

Sou aquele tipo de pessoa que tem um azar crónico com o tempo... Se por acaso decido ir até à praia ou assim, tenho de contar com a eterna possibilidade de ter estado sol de manhã e chover quando eu apareço. É a minha sina e hoje mais uma vez!
Obviamente que estou a exagerar mas na verdade não costumo ter muita sorte com o bom tempo... Tenho aquela impressão que dou azar sempre que vou para algum sítio! Só me falta confirmar uma teoria: ir para uma praia paradisíaca em que o sol abunde e a água esteja a escaldar e me apareça um tempestade tropical! Nesse dia irei considerar-me oficialmente o homem mais azarado metereologicamente do mundo...

Assim vai o (meu) mundo...

segunda-feira, agosto 08, 2005

Ócio..

Mas que belo dia de ócio... Quando a preguiça ataca, nada a fazer...
Deixo-vos aqui dois sites com jogos de pc para que se divirtam quando não há nada a fazer: www.miniclip.com e http://jogos.hex.com.br ....
Divirtam-se...

Assim vai o mundo...

domingo, agosto 07, 2005

Coisas boas...

Bem sei que já aqui disse muito mal de certas coisas em Portugal e dos portugueses, mas a verdade é que há muitos aspectos positivos. Um deles é o facto de quase todos os portugueses acharem que são bons escritores e, na verdade, até são...
Tudo isto porque por vezes sou surpreendido ao nível da literatura portuguesa e mesmo na blogosfera. Já há muito tempo que queria partilhar convosco um dos melhores, se calhar o melhor, blogs nacionais! O nome é http://eroticidades.blogspot.com ... Ele já tem um certo reconhecimento enorme mas neste caso, merece todo possível. A autora, que não divulgo o nome por não ter autorização, é extremamente acessível e simpática. Mas o que surpreende é os belos poemas e imagens que lá são postados. Todos os poemas são da bloguista e estão muito bem protegidos pela Sociedade Portuguesa de Autores... Há muitos temas abordados, mas sem dúvida que os poemas relacionados com o amor são os que mais tocam! Um blog a descobrir, redescobrir, explorar, comentar e sobretudo visitar todos os dias...

Assim vai o mundo...

sábado, agosto 06, 2005

Regresso II

Mais uma vez regresso de umas férias! Estava com esperanças de escrever um pouco mas a verdade é que não fiz nada... Na minha cabeça surgiram palavras, ideias, mas só agora na calma do lar posso coemçar a pôr tudo isso no papel...
Foi então uma semana de piscina, de "dolce far niente" e de estar com os amigos! Como já aqui disse, não tinha férias há dois anos,e tinha saudades de estar uns dias com amigos, na pura palhaçada e estupidez. É claro que surgiram boas histórias, boas fotos e acima de tudo boas memórias para o futuro. Bem sei que daqui a um tempo não recordarei tudo mas vários momentos ficarão...
Ao Gonçalo, Emanuel, Danias, André, Bruninho e Bruno, o meu muito obrigado porque estes dias ajudaram muito à minha sanidade mental...